Artigos, Produtividade

Qualidade de vida e trabalho: 5 dicas para ter produtividade e ser feliz

Qualidade de vida e trabalho

Para as empresas, de forma simples, a qualidade de vida no trabalho, ou simplesmente QVT, refere-se ao nível de satisfação que o profissional tem em relação ao ambiente no qual desempenha sua função.

Uma boa qualidade de vida no trabalho, entre outras coisas, resulta em maior produtividade, redução do turnover (troca de funcionários), melhora o ambiente – o que acaba colaborando para a retenção de talentos – e deixa quem trabalha feliz. 

Um estudo realizado há alguns anos pela Universidade da Califórnia apontou que um trabalhador feliz é, em média, 31% mais produtivo, três vezes mais criativo e vende 37% a mais em comparação com outros menos satisfeitos.

Em tempos de isolamento social, home office e excesso de notícias ruins causadas pela pandemia de COVID-19, pensar em formas de garantir a qualidade de vida no trabalho é indispensável, não só para deixar a produtividade em dia como para manter a própria saúde física e mental.

Confira a seguir 5 dicas de como buscar esse equilíbrio.

Crie um ambiente que permita a execução da sua atividade

O primeiro item a ser avaliado quando se fala em qualidade de vida no trabalho é o ambiente. É preciso que o local onde você executa sua atividade seja seguro, bem iluminado, confortável, tenha boa temperatura e som controlado.

Nem sempre todos os elementos são encontrados em casa, mas é preciso buscá-los ao máximo. É impossível ser produtivo(a) em um lugar barulhento, escuro, quente ou frio demais ou no qual sua acomodação não seja perfeita.

Se puder, invista em móveis adequados ou adapte os que possui, para criar um espaço que dê o mínimo de condições para a realização das suas obrigações profissionais.

Evite o sedentarismo

Ficar sentado(a) por horas prejudica a circulação, gera problemas de postura (que trazem dores) e, com o tempo, deteriora o condicionamento físico, prejudicando a saúde como um todo.

Trabalhar em casa pode ser confortável e cômodo, mas não pode ser um causador de enfermidades. O ideal é que a cada uma hora de trabalho haja uma pausa de pelo menos 6 minutos para andar um pouco e, se possível, fazer algum tipo de alongamento. É claro que se puder fazer uma caminhada durante o dia, melhor ainda.

A atividade física libera hormônios que aliviam o estresse, estimulam e até funcionam como analgésicos naturais.    

Busque práticas de relaxamento e durma bem

Tão importante quanto o tempo que você passa trabalhando é o tempo você tem para cuidar de si mesmo(a). Estar descansado(a) e com a mente em equilíbrio é fundamental para poder desempenhar sua função com o máximo de qualidade.

Ter uma boa noite de sono é importante para começar bem o dia e buscar práticas de relaxamento – físico e mental – podem ajudar a deixar a jornada de trabalho mais leve.

Yoga e meditação são boas opções. Existem diversos canais no YouTube sobre os dois temas que não tomam muito tempo e, quando praticados com frequência, trazem equilíbrio para o dia a dia.

Vestir-se confortavelmente é qualidade de vida

Muita gente brinca sobre o pijama no home office e tenta impor regras de vestimenta para quem trabalha em casa, o que não faz sentido algum. É importante vestir-se de forma adequada, claro, principalmente se durante o dia for realizar reuniões virtuais com vídeo.

Mas esqueça a ideia de que é preciso se vestir “como se fosse sair para trabalhar normalmente” para render em casa. Este tipo de ritual pode funcionar para algumas pessoas, mas não para todas.

Se ficar de moletom ou de bermuda o dia todo te deixa confortável o suficiente para trabalhar bem, invista nisso sem culpa!

Estabeleça horários

Ao contrário do que parece, ficar em casa pode fazer com que você trabalhe mais do que faria se estivesse em um escritório (loja, etc.). Isso porque o controle do tempo acaba se perdendo e a conectividade faz com que questões profissionais apareçam a qualquer momento, despertando o desejo de solucioná-las.

Para não criar uma rotina de quase escravidão doméstica, estabeleça horários fixos para começar e terminar a sua jornada. Com pausas para as refeições e descansos e respeite o relógio.

Extrapolar um pouco é permitido, mas não faça disso um hábito. Se precisar de ajuda, utilize a técnica Pomodoro para ajudar na concentração durante a execução da sua função. Aqui no blog tem um artigo especial sobre essa prática. Confira!

Se tiver alguma dica que melhora o seu dia a dia de trabalho e garante a sua qualidade de vida compartilhe conosco. Deixe um comentário no final deste artigo ou no post das redes sociais.

Continue acompanhando o blog do Due Coworking e também seus perfis no Facebook, Instagram e LinkedIn.

Proteja-se e foco no trabalho!

Até a próxima semana!

Por Gustavo Cândido | Inteligência Digital – Consultoria em Estratégia e Marketing Digital

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *