Artigos

Meditação: uma prática que melhora o seu desempenho no trabalho

Meditação: uma prática que melhora o seu desempenho no trabalho

Meditar diariamente melhora a qualidade de vida e traz mais produtividade no trabalho pois aumenta a capacidade de concentração.

Ao contrário do que pode parecer, iniciar a prática não é difícil nem requer muito tempo, garante Carlos Rufatto, um dos proprietários do Due Coworking, que medita desde 2006 e atualmente participa do Protocolo Científico de Meditação, desenvolvido pela Life Matters.

“Meditar hoje ficou muito fácil porque existe muito material disponível para quem quer iniciar. Quando eu comecei, recebia as meditações pelo correio de uma instituição dos Estados Unidos”, conta Carlos.

Para ele a meditação trouxe uma mudança de vida radical. “Ganhei mais capacidade de focar no que é importante e mais tranquilidade para enfrentar o dia a dia. Isso acontece porque a meditação tem como objetivo trazer a pessoa para o presente”, afirma.

Segundo Carlos, o ser humano consegue lembrar de coisas como nenhuma outra espécie e também projetar o futuro. Essas capacidades são incríveis, mas nos sabotam. “A gente fica remoendo coisas do passado e fica projetando coisas do futuro com um detalhamento que nunca vai acontecer. Isso causa ansiedade e stress”, explica Carlos.

“A meditação ao te colocar no presente acaba desenvolvendo uma tranquilidade e um potencial de foco para que você resolva qualquer problema no futuro. Você consegue visualizar de uma forma mais adequada as possibilidades que você tem e estimula a criatividade”, completa.

Meditação é o tema do momento

O número de pessoas que praticam a meditação tem crescido no mundo todo nos últimos anos. Em 2020, a pandemia de Covid-19 acelerou esse interesse. De acordo com o Google, a procura pela     pergunta “como fazer meditação para ansiedade” cresceu 4.000% e por “benefícios da meditação”, 200%.

Na opinião de Carlos Rufatto existem duas explicações. “As pessoas estão muito estressadas, se sentindo pressionadas, sem energia e com pouca capacidade de realização”, afirma. “Mas também há um número maior de pessoas que vê os resultados positivos da meditação através de outros adeptos e também porque hoje existem mais canais de divulgação”, diz.

O tema realmente está na pauta do dia de inúmeros programas de rádio e TV além de estar presente em podcasts, aplicativos e livros.

“Hoje em dia existem cursos online e aplicativos com tarefas e orientações, meditações guiadas que podem ajudar as pessoas a começar”, diz Carlos.

Qualquer um pode meditar

Não existe pré-requisito para começar a meditar. Segundo Carlos Rufatto o ideal é iniciar reservando 10 minutos por dia logo ao acordar e, se possível, 10 minutos antes de dormir.

O processo é simples e requer um ambiente calmo no qual seja possível ficar em uma posição confortável para relaxar e tentar deixar a mente calma. “Não é fácil relaxar logo no começo, por isso é preciso prática. Mas com o tempo se torna um processo natural”, explica Carlos que lembra a possibilidade de meditar em outras situações também.

“Existem meditações dinâmicas: caminhando, nadando, até lavando louça, porque, afinal, meditar é a capacidade de estar no agora, prestando atenção no que está acontecendo no momento. Essa concentração é uma forma de meditar”, diz.

Por fim, Carlos recomenda algumas fontes para quem quer começar a meditar ou entender melhor essa prática:

Livros

  • O Poder do Agora – um Guia para a Iluminação Espiritual (Sextante), de Eckhart Tolle
  • Por que o Budismo Funciona (Sextante), de Robert Wright.

Aplicativos

  • Meditopia;
  • Lojong;
  • Zen;
  • Vivo Meditação.

Série

  • Headspace – Meditação Guiada (Netflix)

* * *

Gustavo Candido | Conten Conteúdo e Comunicação Digital

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *